Mesmo ofensivo, Avaí perde em casa

|
Se futebol dependesse de posse de bola, o jogo seria uma goleada -  e para o lado do Avaí. Mas futebol é bola na rede, e nisso o Tigre foi muito mais efetivo. Chegou pouquíssimas vezes ao gol de Renan, e quando chegou marcou. Assim o tricolor conquistou a primeira vitória no primeiro turno, enquanto o Avaí estreou com derrota na segunda parte da competição. (...)
1º tempo - Não demorou para os times definirem suas propostas. O Avaí, jogando em casa, foi para o ataque, enquanto o Criciúma esperava no campo de defesa. Com maior posse de bola, o Leão trocava passes de qualidade no campo ofensivo, mas faltava objetividade. As melhores chances apareceram na bola parada. Renato, por pouco, não fez um gol olímpico.
Mas o quase de nada adianta no futebol, e bastou um lance para o Criciúma abrir o placar. Wellington Saci avançou pela esquerda com facilidade e quando chegou na linha de fundo, tocou para trás. Elvis bateu e colocou para dentro, fazendo 1 a 0. O gol desanimou um pouco o time azurra, mas a posse de bola maior ainda era avaiana. Só que mais uma vez, o Tigre foi efetivo. No finzinho do primeiro tempo, Roger Guedes entrou na área pela esquerda e bateu de chapa para aumentar a vantagem: 2 a 0.
2º tempo - O time foi para o vestiário sob vaias da torcida, mas não mudou a postura na segunda etapa. Se mantendo no campo de ataque, o Avaí empolgava o torcedor e parecia cada vez mais perto do gol. Foi nesse ritmo que Braga teve a grande chance de diminuir: recebeu belo lançamento de Romulo, e ficou cara a cara com o goleiro Luiz. O volante teve a calma de limpar o zagueiro, mas na hora da conclusão, bateu mal, por baixo e Luiz deu rebote. Na segunda batida, a zaga chegou para afastar. O Leão seguiu bombardeando, enquanto o Tigre se preocupou em defender.
Com o resultado garantido na primeira etapa, o Criciúma se fechou e conseguiu suportar a pressão até o fim da partida. via Infoesporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário