"Avaí precisa de um choque de gestão"

|
A missão de Francisco Battistotti no Avaí não será fácil. O novo presidente do clube assume em um momento de crise no campo e fora dele. Sem vencer há oito partidas e flertando com o rebaixamento no Estadual, a equipe precisa de reforços para a Série B. Apesar da pressão que vem sofrendo, inclusive com ameaças, Battistotti decidiu assumir o clube e mostra desejo de triunfar:
- A volta por cima é trabalho. Posso garantir ao torcedor avaiano que eu darei expediente aqui e vou buscar boas parcerias, gente que já se colocou à disposição na montagem de um time forte e também numa reforma administrativa profunda. Eu acho que o Avaí precisa de um choque de gestão na parte administrativa. Eu junto com os colaboradores do Avaí, vamos fazer uma situação de equilíbrio entre receita e despesa. O Avaí tem patrimônio. Nunca houve um acesso dos atletas da categoria de base tão grande no profissional. Um ativo importante para gerar receita.
A pressão sobre Battistotti é inegável, mas ele pede para que neste início de mandato todos se unam e pensem no bem do Avaí para conseguir uma recuperação rápida:
- Estamos num barco onde todos precisam remar para o mesmo lado. A reforma administrativa vai acontecer, pois o Avaí precisa ter uma boa gestão administrativa. Quero o Avaí vencendo, forte, ganhando títulos e em situação muito melhor que a atual. Jogadores, torcedores, dirigentes, todos precisam estar indignados quando a vitória não vem. O Avaí é o time da raça, da vontade, da garra. E precisa isso em campo. Vamos voltar a vencer. Vamos esquecer o passado e vamos nos unir para fazer um Avaí forte e vencedor. via Diário Catarinense

Um comentário:

Rafael disse...

Esquecer o passado? Como assim? Esquecer que vocês quebraram o Clube, que mudaram as regras das eleições pra prejudicar a oposição, que ganharam as eleições pra fazer esse papelão que está fazendo, que antes de vocês o Avaí era insuperável em números e que hoje é motivo de chacota. Esquecer? Tem um monte de bobô alegre que esquece, os verdadeiros avaianos, não!

Postar um comentário