Coletiva pós-jogo de Silas

|
"O objetivo pelas circunstâncias foi alcançado. Saiu um peso das costas desses meninos. O William, que é experiente, foi dormir 4h30 da manhã, porque é capitão. Só um time vai ser campeão e os outros vão ficar na mesma situação que a gente. Precisávamos virar essa página e agora vamos focar na Copa do Brasil e na Série B."
Apoio e vaias - "Quero parabenizar o torcedor porque primeiro ele veio, empurrou. Essa é a primeira parte. O torcedor tem as funções de apoiar e cobrar. Não jogamos bem e poderíamos até ter empatado. Mas o torcedor avaiano tem bronca pelos últimos anos, por essa campanha do returno. Tenho que respeitar. Agora tirou o peso, vamos falar abertamente de Série B, não podemos dormir. Eu tive algumas surpresas boas hoje, o Lovat foi bem do começo ao fim, tem 18 anos. Se o Barcelona sofre pressão, imagina a gente. Eu tentei envelhecer o time para dar mais tranquilidade. Tivemos que arriscar porque tinha muita coisa em jogo, mas no final conseguimos o objetivo. Feliz eu não estou, vamos ver quem vamos segurar, quem liberar."
Dever cumprido - "Quando vim para o Avaí sabia que a situação não era boa. Tinha a possibilidade de ir para o San Lorenzo, na Argentina, mas quando houve a situação eu precisava viver isso também, vivi alegrias e agora queria dar a volta por cima. Na apresentação falei que sempre todos os pilares estiveram envolvidos. Se conseguirmos todos juntos, podemos ir bem nesse restante de ano."
Queda no segundo tempo - "Agora as questões internas, de peso, vamos trabalhar. Não tem jeito, tem que rasgar no meio. O corpo é nossa ferramenta de trabalho, não pode estar acima do peso. Mas tudo, o cansaço, escolher o movimento errado, tem que ser descartado, era um peso muito grande. Temos que nos preparar para não repetir isso no Catarinense ano que vem."
Preparação para a série B - "Temos a viagem agora para Cuiabá e depois voltamos na sexta para enfrentar o Inter. A ideia é na semana que vem termos os reforços aqui. Se puderem vir agora, melhor, fazem avaliações. Se conseguir ajustar a logística o mais rápido possível, é melhor, porque estamos sem tempo e precisamos começar bem a Série B."
Copa do Brasil e última rodada do Estadual - "Não conversei com a parte médica e nem com a comissão. Mas vamos com força máxima na quinta e domingo olhar quem a gente não viu. Uma coisa é treinar, outra é jogar. Vamos tentar fazer isso. Depois do resultado de quinta a gente vê certinho."
Reformulação para a série B - "Tivemos uma reunião com o presidente, que valou que vai atrás de parceria. A princípio vamos atrás de sete atletas para somar ao que estão aqui. Temos nomes e vamos tentar viabilizar, mas não está longe. Precisamos dar nomes ao torcedor que venham vestir a camisa, não apenas coadjuvante. Cara que saiba o que é uma Série B." Silas via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário