Avaí perde para o Bahia

|
Jogando diante de sua torcida, que compareceu em bom número na Fonte Nova, o Bahia fez o dever de casa e venceu o Avaí por 2 a 1 em partida de estreia do Campeonato Brasileiro Série B. O jogo começou em ritmo lento, com o Bahia tímido dentro de campo. Após a expulsão do zagueiro Alemão, que deixou o Avaí com 10 jogadores, o Tricolor passou a manter mais posse de bola.
Nos acréscimos do primeiro tempo, em uma das dezenas de bolas levantadas na área do Avaí, o atacante Zé Roberto cabeceou para deixar o Bahia à frente no placar. Na segunda etapa, o time ampliou em grande estilo. Após novo cruzamento, Zé Roberto finalizou de letra, marcando um golaço. Nos minutos finais de jogo, o Avaí diminuiu com Vinícius em rápido contra-ataque.
O jogo - A partida teve início com as duas equipes disputando a posse de bola. Aos 13 minutos, Danilo Pires chutou, a bola desviou no pé direito de Romarinho e explodiu em sua mão, deixando os jogadores do Bahia na bronca com o árbitro, que mandou o jogo seguir.
O time do Bahia apresentava muitas dificuldades para chegar ao gol defendido por Renan. Aos 18 minutos, um lance capital para a partida: Alemão, em disputa de bola com Paulo Roberto, esticou demais a perna e acertou com os pés a orelha do adversário. O juiz Pablo Ramos Gonçalves Pinheiro não exitou e apresentou o cartão vermelho, deixando o Avaí com um jogador a menos na partida.
O atleta baiano deixou o gramado e foi levado ao hospital, apresentando cortes na orelha e ficará em observação. Pelo lado do Avaí, o centroavante William deixou o campo para o zagueiro Fábio Sanchez compor a defesa catarinense. Com um jogador a mais, o Bahia adiantou sua marcação e passou a pressionar o erro na saída de bola do Leão da Ressacada. Porém, os baianos não conseguiam furar o “ferrolho” armado pelo técnico Silas, com praticamente os 10 jogadores atrás da linha da bola.
A solução encontrada pelo Tricolor era com as bolas alçadas à área. Já nos acréscimos, Moisés foi à linha de fundo e descolou bom cruzamento para o atacante Zé Roberto, que já estava sendo criticado pela torcida, subir mais alto que os marcadores e testar firme para o fundo das redes.
Na segunda etapa o Bahia voltou mantendo a posse de bola, mas sem muita criatividade. Sem muita reação, o Avaí aceitava as tímidas investidas do Tricolor. A arma do time da casa voltou a ser a bola cruzada, dessa vez, rasteira. Tinga mandou para Zé Roberto, que finalizou de letra e marcou um golaço: 2 a 0. E o atacante quase fez mais uma pintura. Muito apático, o time do Avaí viu Zé Roberto arriscar uma bicicleta, defendida pelo goleiro Renan.
Com o segundo gol, o Tricolor teve mais espaços e, em mais um cruzamento da direita, Luisinho, cara a cara com o goleiro, finalizou de chapa, mas viu o arqueiro espalmar e impedir o terceiro gol. No final o time da casa passou a pressionar ainda mais o Avaí, porém, quem balançou as redes foi o Avaí. Em rápido contra-ataque, Tawan chutou, Lomba defendeu e Vinícius diminuiu para o Avaí: 2 a 1.
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Público: 10.070 mil torcedores
Renda: R$ 106.705,00
Cartões amarelos: Zé Roberto, Feijão e Juninho (Bahia)
Cartão vermelho: Alemão (Avaí)
Avaí - Renan; Alemão, André Santos, Gabriel e Vitor Costa (Tatá); Lucas de Sá (Lucas Fernando), Jajá e Vinícius Pacheco; Tauã, Romarinho e William (Fábio Sanchez) - via Gazeta Esportiva

Um comentário:

jailto costa disse...

OLHA ACHO Q O PLACAR FINAL ESCONDEU O JOGO,POIS O RENAN SALVOU VARIAS VEZES DE UMA GOLEADA ,SI O ALEMAO NAO FOSSE EXPULSO? SEMPRE O SI NO AVAI,MAS SEMPRE A DERROTA A ELIMINAÇAO, E UMA VERGONHA CHAPECO DE VOLANTE,E INADMISSIVEL FICAR DE JANEIRO ATE MEIO DO ANO COM VITOR COSTA DE TITULAR,E INADMISSIVEL ,OS JOGADORES FORA DE FORMA NO MEIO DO ANO WILLIAN ROMULO RENANZINHO,ETC, E INADMISSIVEL PERDER QUASE 1 MILHAO DE REAIS DE BOBEIRA COM A ELIMINAÇOA PARA O BRAGANTINO FRAQUISSIMO,O FATO É QUE NAO TEMOS PRESIDENTE PROFISSIONAL DIRETORIA DE FUTEBOL PROFISSIONAL,O TIME ENTROU NA DISPUTA DA SERIE b SEM UM CABEÇA DE AREA,OLHA BEM TEM VARIOS NO CATARINENSE ,BARATINHO Q PODIAM SER PEGO PARA QUEBRAR O GALHO RAPIDO E UMA VERGONHA ESSE AMADORISMO DO AVAI FC.

Postar um comentário