Coletiva pós-jogo de Silas

|
"Tem que enaltecer a questão física e a questão da entrega dos jogadores. Depois do jogo contra o Sampaio Corrêa, disse que seria um treinamento para o jogo contra o Luverdense. E o do Luverdense seria o treino do jogo deste sábado. E esse para o jogo contra o Criciúma (na terça). Com tantos jogos, a gente não tem tido tempo para treinamentos. Agora tem que colocar a perna para o alto. Estou sempre colocando os melhores e quando tem condição.  Importante que o Avaí está mostrando a força que tem em casa. E fora está beliscando já."
Aguentar pressão - "Depois do jogo contra o Luverdense, viajamos a noite toda de ônibus. O único treinamento foi o aquecimento (na sexta). O que a gente está trabalhando na cabeça deles é aguentar a pressão. E quando você está melhor em campo, tem que ser efetivo."
Ganhar fora - "Desde que cheguei aqui, não ganhamos fora de casa. É o próximo objetivo. E terça-feira, contra o Criciúma é guerra."
Gols sofridos - "Quando a gente foi para o intervalo, falei o seguinte: "Estamos mais perto de fazer o quarto, do que eles fazerem o primeiro". Tanto que fizemos. Só que depois perdemos a bola lá na frente. O Ceará saiu pela lateral esquerda, e não conseguimos nem fazer a falta."
Reformulação - "Tenho que fazer o seguinte. Quando a gente faz o coach, existe um treino que é o prato e o ovo dentro. Meu foco é só na gema. Na clara, posso interferir. Quem vai escalar o time sou eu. A clara vai depender de cada jogador em campo. E o prato é tudo. Pode ter expulsão, tudo. Meu foco é na gema. É aquilo ali, assistir aos jogos e ajustar o time."
Objetivos - "Primeiro objetivo era não cair, o segundo era envelhecer o time, no bom sentido. O terceiro agora é entrosar o time. Alguns não foram bem. Não pode ser Kinder Ovo. Cada vez que abre com uma surpresa diferente. O pontinho em Lucas do Rio verde vai nos ajudar em novembro." 
Criciúma - "Eles têm a viagem de volta, que também é desgastante. E a gente tem o CK, que é o medidor de fadiga. Número dá muito alto o número às vezes, porque levou pancada. O treino foi hoje. É perna para o alto. Dormir bem."
Manter a base? - "Tem a questão do planejamento do jogo também. Analisar bem o Criciúma. É um time interessante no sistema que o Cavalo está utilizando. E ver qual é o melhor para a gente. Importante que a gente confie em todo mundo. Confiar quando tiver que alterar, sem perder." Silas em coletiva via GE

Nenhum comentário:

Postar um comentário