Avaí nem chegou a assustar

|
"O início do jogo contra o Paysandu, em Belém, foi um filme de terror para o torcedor do Avaí: sem posse de bola, amedrontado e com um time que só dava chutões e dependia mais uma vez dos milagres do seu goleiro Renan (que está muito acima da média de seus companheiros).
O fato de não ter sido goleado já na primeira etapa tem muito a ver com o número 1 azurra, que começou a trabalhar com 40seg de jogo. Totalmente envolvido pelo fraco adversário, o Leão parecia não ter entrado em campo - só trabalhou a bola a partir de 40min do primeiro tempo.
Na segunda etapa, com o espaço dado pelo time paraense, o Avaí até tentou, mas não chegou a assustar. Assustado mesmo está o torcedor do Leão, agora é acreditar que tudo possa ser diferente contra um outro integrante do Z4 - o Goiás." Claudionir Miranda via Infoesporte

Um comentário:

Luiz Augusto Soares disse...

Essa teoria de jogar recuado esperando um contra ataque é coisa de covarde A um contra sendo, pois não temos um meio de Campo que clique as bolas para os atacantes. O Avaí deve ser agressivo desde o início, sem medo.

Postar um comentário