Mais uma fora de casa

|
"Digamos que um medo assombra os torcedores do Avaí e ele se chama jogar fora de casa. Se na Ressacada as atuações estão sendo duvidosas, mesmo com algumas vitórias, quando o assunto é ser o visitante, aí tudo fica mais difícil. O Avaí não consegue vencer fora de casa desde fevereiro, quando jogou contra o Guarani de Palhoça, pelo Campeonato Catarinense. Bom, já é junho e contabiliza o quarto mês sem conquistar os sonhados três pontos na casa do adversário.
A derrota para o Paysandu é a terceira consecutiva na série B. O técnico Silas segue sem fazer as alterações necessárias e só ele vê evolução no time azul e branco. Alemão deve voltar ao time titular contra o Goiás, já que o lateral-direito Renato está fora por cartão. Outra mudança é a saída do zagueiro Gabriel, também por cartão, que deve dar espaço para Célio Santos.
Por ironia ou não, o comandante azurra vai ter que fazer as mudanças, quem sabe ele consiga enxergar que o time não tem rendido com o esquema estabelecido e que outras peças precisam mudar. A falta de criação e de marcação tem que ser resolvida, não é possível que as esperanças de mudanças sejam apenas em um possível retorno do meia Marquinhos Santos. Que é sempre bom lembrar, é limitado e não vai fazer milagre no time inteiro.
Mais uma partida fora de casa, hoje contra o Goiás, que está no Z-4, com apenas quatro pontos a menos que o Leão da Ilha. Acorda Leão que a luz vermelha está acesa!" Cacau Corazza via Infoesporte

Um comentário:

Paulo Cardoso disse...

Diferente dos nossos ilustres "ídolos" William e Silas vulgo Dunga, o que vi foi mais uma vez um time apático, perdido, jogadores perdendo a cabeça, sem jogadas a não ser as bolas lançadas a frente para o SEJA O QUE DEUS QUISER. Impressionante como não existe uma jogada no escanteio, lateral sempre a mesma coisa. Os laterais não dão opção, o meio é um vácuo.- William se a bola não chega na área sai dela faz o pivô, rola pro cara que vem de trás bater.
Vai ser difícil, devemos nos preparar para o pior, o que vier é lucro.

Postar um comentário