Avaí é facilmente superado pelo Náutico

|
Ontem o Náutico recebeu o Avaí, na Arena Pernambuco, pela 17ª rodada do torneio, e não deu chances para os catarinenses, conseguindo uma vitória tranquila pelo placar de 3 a 1. Com o triunfo, o Timbu subiu provisoriamente para a sétima posição da Série B, com 24 pontos. Já o Avaí, que não perdia há seis jogos, acabou caindo para a 14ª colocação, com 20.
O jogo - O Náutico começou a partida com tudo e nem deu tempo para o Avaí tentar se organizar dentro de campo. Logo aos 41 segundos de jogo, o atacante Roni aproveitou cruzamento rasteiro de Jefferson Nem e, com o gol livre, só empurrou para as redes para abrir o placar.
Após o gol relâmpago, o Avaí não conseguia pressionar em busca do empate. Com isso, o jogo perdeu em chances de gol criadas e cresceu em número de faltas. Em uma destas infrações, a equipe catarinense acabou ficando com um a menos. Aos 29 minutos, o zagueiro Renato Silveira parou contra-ataque perigoso de Roni e, como já tinha cartão amarelo, acabou expulso de campo.
Com a vantagem numérica, o Timbu cresceu na partida. Aos 44 minutos, Renan Oliveira mandou uma bomba de fora da área e obrigou o goleiro Renan a se esticar para mandar para escanteio e evitar o gol. Na sequência, no entanto, o goleiro do Avaí não pôde fazer nada. Aos 45, Hugo cobrou escanteio para a área e Eduardo se antecipou no primeiro pau para cabecear livre de marcação e fazer o segundo gol do Náutico, levando uma boa vantagem para o intervalo.
Com um a mais em campo e 2 a 0 no placar, o Náutico voltou para o segundo tempo mais relaxado. Com isso, o Timbu criava poucas chances de perigo, mas conseguia garantir a segurança defensiva para evitar a criação de jogadas por parte do Avaí.
Com o controle da partida, o Timbu não demorou muito para ampliar. Aos 18min, Joazi cruzou da direita, Fábio Sanches efetuou um leve desvio, que acabou tirando o goleiro Renan da jogada, e Jefferson Nem apareceu livre no meio da área, tendo apenas o trabalho de completar para o gol.
O Avaí conseguiu chegar com perigo somente aos 25 minutos, porém, não balançou as redes por muito pouco. Romulo arriscou uma pancada de fora da área e carimbou o travessão defendido por Júlio César. Nos minutos finais, foi o Náutico quem criou as principais chances de gol e chegou perto de marcar em duas belas finalizações de Maylson. Na primeira, de fora da área, o chute passou ao lado do gol. Já na segunda, em bicicleta, o goleiro Renan fez uma grande defesa.
Ainda deu tempo do Avaí diminuir o placar. Aos 42 minutos, Lucas Coelho aproveitou cobrança de escanteio e subiu mais alto que a defesa para fazer o gol de honra e dar números finais à partida. Avaí - Renan; Renato, Fábio Sanches, Renato Silveira e Capa; Luan, Jajá (Toshi), João Felipe e Diego Jardel (Lucas Coelho); William (Romarinho) e Rômulo. via Gazeta Esportiva

3 comentários:

Unknown disse...

Time com Renato, luan, William, quês o quê o istepo. Silas não está certo e cuidar pra não ir pra Casa. Vergonha!!!

Unknown disse...

Time com Renato, luan, William, quês o quê o istepo. Silas não está certo e cuidar pra não ir pra Casa. Vergonha!!!

Luiz Augusto Soares disse...

O Silas vai jogar a pá de cal na boca do Avaí.

Postar um comentário