Grabiel foi oferecido?

|
"Em qualquer nicho de mercado existe a lei da oferta e da demanda. Não precisa ser especialista em futebol para saber que quando oferecemos um jogador, ao invés de esperar uma proposta, ele automaticamente desvaloriza. Pois a atual situação financeira, nebulosa desde 2013 e inexplicável desde 2015, obrigou a sair de porta em porta oferecendo o Gabriel. O valor de venda, se for como se falou, não é dos piores. Mas certamente seria bem maior se pudéssemos esperar uma proposta.
Ofereceram - Todo mundo sabe que empresários de jogadores (e às vezes até diretores, conselheiros e torcedores) saem por aí oferecendo seus pupilos pelos clubes. Dentre os oferecidos na Ressacada está o zagueiro Jaime, reserva do lado de lá da Ponte (sem trocadilhos). Pelos jogos dele que sequei, não achei de todo ruim, mas há melhores opções. Procurem direito - e tem bastante funcionário no clube para sair procurando - que vão achar.
Mal contado - Primeiro se falou em 500 mil euros. Depois, em entrevista, o presidente falou em 400. Também, que o Avaí tinha 70% dos direitos econômicos do Gabriel, depois 60%. Não vou me surpreender se daqui a pouco os euros virarem reais. Tudo é sempre mal explicado e nada transparente nas nossas negociações. Que o conselho olhe bem!
Aprovação de contas - Por falar em contas, em reunião do Conselho no início do ano, as contas foram aprovadas às pressas para que se conseguisse as certidões negativas para buscar patrocínio. Até agora nada." Filippe Trote via Hora de SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário