Naufrágio do Avaí em Recife

|
"Em exibição lamentável em Recife, perdemos nossa invencibilidade e voltamos àquele time que desesperava sua torcida algumas rodadas atrás. Tomamos um gol no primeiro minuto de jogo e, em nenhum momento, mostramos reação. Exibição horrível e jogo para esquecer. Qualquer adjetivo utilizado para esta partida será negativo. Perdemos qualquer evolução que tínhamos conseguido nos últimos jogos. De positivo apenas o primeiro gol do Lucas Coelho. Já pode ser o 9 contra o Londrina.
Perdoa, senhor... - …ele não sabe o que faz. Depois da expulsão do estreante Renato Silveira, ficamos com 10 jogadores em campo. Ao incluir no intervalo o Toshi em campo, ficamos com nove profissionais (no máximo). Com todo respeito ao esforçado e carismático japa, seu pai paga para ele jogar. Futebol é coisa séria. Não dá para enfrentar uma Série B com esse pensamento amador.
Superstição? - O uniforme 3 do Avaí mais uma vez trouxe a derrota. Já são 14 jogos com ele, tendo oito derrotas, cinco empates e apenas uma vitória - justamente no nosso último triunfo longe da Ressacada, contra o fraco Guarani. Muitos criticam, outros acham que é apenas superstição, mas o fato é que os números não ajudam nem um pouco esta camisa." Filippe Trote via Hora de SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário