O que falta é profissionalismo

|
"No Avaí, André Lima permaneceu com suas formas arredondadas e pouco ajudou o clube. No Atlético/PR, exigiram que entrasse em forma. Hoje é reserva, mas não reclama. William segue no mesmo caminho, com suas formas à lá Jô Soares, mantendo-se titular mesmo com dificuldades para dominar uma bola e acertar um chute no gol. Agora, muitos depositam as esperanças no operado Marquinhos que está parado a mais de seis meses. Precisamos muito mais para sonhar com o acesso. Começando por profissionalismo." Sandro Azevedo, sócio-torcedor do Avaí FC

2 comentários:

Paulo Cardoso disse...

Teve muitas chances pelo o que já fez no AVAÍ, eu respeito, mas não podemos viver de feitos. Hora do William sentar um pouco no banco e dar espaço a quem queira e mereça jogar.
FORTE ABRAÇO A NAÇÃO.

Fabio disse...

O atletico alem de exigir a boa forma,da condiçoes para os atletas com suas estruturas. Coisa que na ressacada ta longe de existir

Postar um comentário