Os bastidores da negociação de Gabriel

|
"O negócio começou a ser alinhavado com a ida do Conselheiro Sardá Júnior a Europa, há dois meses. A missão dele era tentar iniciar negociações com o futebol europeu pelo zagueiro Gabriel e o volante Renanzinho. De lá pra cá as tratativas começaram, somente no caso de Gabriel, com contatos entre agentes que tem ligações com o futebol alemão, espanhol e italiano, caminhando para o acerto com o futebol alemão. Outro possibilidade que apareceu foi a de saída do atacante Rômulo. O que apurei é que as conversas preliminares são com um clube da primeira divisão da Itália.
Perda esportiva x ganho financeiro - A saída de Gabriel é, obviamente, uma grande perda esportiva. Gabriel é um talento. Zagueiro promissor que tem todas as valências para se tornar um grande jogador. Alto, forte, inteligente, seguro, rápido e habilidoso, a jovem revelação avaiana já se destaca no time principal, como fez na partida diante do Londrina, tomando conta da área.
Claro que ainda é um atleta em formação e que precisa evoluir muito, mas se fosse apostar hoje, apostaria nele. Acontece que há muito tempo o Avaí precisa acertar o caixa pra poder ter fôlego, arrumar a casa e voltar a crescer. Infelizmente, a saída de Gabriel precisa ocorrer. É resultado da má gestão de anos no clube. Ainda mais no tamanho que o negócio está saindo. É uma quantia muito expressiva." Rodrigo Faraco via Diário Catarinense

Nenhum comentário:

Postar um comentário