Evando destaca espírito de equipe

|
Evando não escondeu a felicidade por fazer parte da primeira vitória do Leão da Ilha fora de casa na Segundona. Em entrevista coletiva, logo após o fim do embate, o comandante parabenizou todo o elenco e também a comissão técnica pela vitória. Em poucas palavras, o interino revelou como foi a conversa com o grupo antes da partida em São Luis.
- Estou muito feliz. O ponto primordial foi o comprometimento dos atletas. Ontem pela manhã, quando foi me passado o comando dos atletas, eles estavam fazendo o regenerativo. Eu chamei eles para uma conversa e perguntei: "Eu posso contar com vocês?". "Vocês são os atletas, vocês são as estrelas, vocês resolvem o problema". E eles responderam prontamente que sim. Quando o atleta se dispõe a se jogar como equipe, fica muito difícil para o adversário - explicou.
Escolhas - "Escolhemos os atletas que tinham mais capacidade de enfrentar esse calor, tem a parte física, escolhi o sistema pela parte individual de cada atleta. Para mim, que estou começando, ter pessoas como essas, toda essa equipe, departamento médico... eu fui iluminado para poder comandar o meu clube, o clube que aprendi a respeitar, a amar. Sou o avaiano mais feliz do mundo."
Vitórias fora de casa - "Uma coisa que conversamos na palestra é que no futebol temos que ter um padrão dentro e fora de casa, o mesmo padrão. O que se difere é a altura das linhas. Se a equipe jogar dentro e fora de casa com essa intensidade, vai dificultar para o adversário dentro e fora de casa. O Avaí é um grupo em formação, mas, infelizmente, estamos no meio para o fim da competição, vamos ter que jogar jogo a jogo. O treinador que vai assumir a equipe vai ter que levar essa equipe, esse time tem qualidade, o próximo jogo é a grande decisão, seja dentro ou fora de casa. Agora vamos trabalhar para terça-feira. Não se pensa no jogo fora de casa, pensa-se no jogo na Ressacada. O objetivo do Avaí agora é formar uma equipe, uma equipe com força, vontade. Acredito que temos um turno para disputar de igual para igual com todas as equipes."
O que vai falar para o novo técnico - "Eu vou enaltecer todos os atletas, o rendimento e qualidade de cada um. Vou apoiá-lo. A gente faz opção para o jogo, para aquilo que achamos que vai ser melhor para esse jogo. O treinamento do João Filipe foi excelente durante a semana, o treinamento do Caio foi excelente. Futebol é rendimento, premiamos os atletas."
Chance de ser efetivado? - "Não, não pode. Terei maior honra no momento exato de assumir o meu clube, mas esse momento ainda é cedo. Eu quero continuar estudando, fazendo cursos, continuar me aperfeiçoando, e continuar ajudando meu clube a crescer. Quando o presidente Battistotti me convidou para ser auxiliar técnico, eu vi que estava estudando, mas precisava estudar mais, precisava me aperfeiçoar. Estou ajudando meu clube, meu serviço é ajudar o meu clube, mas eu não quero me efetivar com treinador. Não é o momento." via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário