A volta de Marquinhos dá esperança

|
O Avaí precisa melhorar muito para deixar para trás a luta contra a zona de rebaixamento e sonhar com alguma possibilidade de brigar pelo acesso. Falar em Série A em 2017, hoje, parece utopia na Ressacada, mas se existe alguém que pode ajudar isso a se tornar realidade, seu nome é Marcos Vicente dos Santos, o Marquinhos.
Foram nove meses afastado dos gramados por causa de uma cirurgia no joelho esquerdo. Uma lesão que ele adiou a cirurgia no fim do ano passado para ajudar o Leão na luta contra o rebaixamento na elite. Enquanto esteve no gramado, o Avaí mostrou força. Não que fosse garantia que o Leão se salvaria da degola com Marquinhos, mas com ele em campo o aproveitamento era de 47,6%, maior que os 30% que o time conquistou sem ter o capitão em jogo.
Contra o Luverdense, o Galego fez sua primeira partida como titular desde que retornou de lesão. Foram exatos 70 minutos no campo. Um passe para gol e melhor jogador da partida. Sua visão de jogo trouxe para uma equipe frágil um pouco mais de qualidade. O problema é que M10 não poderá estar em todos os jogos do Leão. Os joelhos estão zerados, mas o tendão da perna direita incomoda o craque, consequência do esforço que fez no ano passado, quando jogou lesionado.
- Estou a 60 ou 70% do meu ideal. Temos que ver como serão as dores depois desse jogo. Meu joelho não é mais problemas, mas tenho muitas dores no tendão, uma consequência por ter jogado lesionado no ano passado. Estou à disposição, vamos ver se poderia ir – disse o jogador após a vitória sobre o Luverdense, na Ressacada.
O novo técnico azurra, Claudinei Oliveira, reconhece a importância de Marquinhos, mas sabe que não pode abusar dele na sequência de jogos.
- O Marquinhos pode até estar bem para viajar a Fortaleza (onde o Leão enfrenta o Ceará domingo, às 18h30min), o problema é justamente o deslocamento até lá. Pode ter problemas musculares. O feedback dele também é importante. Com ele em campo temos uma referência, até para o torcedor que com ele faz mais barulho - disse o treinador.
No dia que o clube completa 93 anos, com certeza o retorno de Marquinhos é a melhor coisa que poderia ter acontecido para o Leão neste momento de crise, principalmente financeira. via DC

Nenhum comentário:

Postar um comentário