Avaí e Paysandu, interesses distintos

|
Apesar de as cores serem as mesmas, os motivos em campo serão diferentes. Em partida válida pela 28ª rodada da Série B, o Avaí recebe o Paysandu no estádio da Ressacada, nesta sexta-feira, às 21h30, em busca da permanência no G4 da competição. Enquanto o mandante quer se manter na zona de classificação, o Papão tenta se afastar ainda mais da degola do campeonato.
Há sete partidas sem derrotas, o meia-atacante do Avaí, Marquinhos, enxerga a partida contra o Paysandu como uma possibilidade de alcançar o terceiro lugar da tabela, já que, por enquanto, o time está na quarta colocação, com 42 pontos. Ainda assim, ele pede calma e organização de seu elenco, pois reconhece a dificuldade que irá enfrentar diante do time paraense.
“É uma equipe que vem crescendo, bem treinada. Temos que ter inteligência para jogar e vencer. Precisamos valorizar a bola sem quebrar as linhas. Fazer o que estamos fazendo, pressionar, mas não usar a empolgação do torcedor de uma maneira que nos atrapalhe. Sem desorganizar e chegar de qualquer jeito, nossa marca tem sido a organização, especialmente desde a chegada do Claudinei”.
Para enfrentar o Papão, a equipe do técnico Claudinei Oliveira não deverá contar com o lateral direito Alemão, que sentiu dores no tendão do pé direito e foi poupado para não fazer esforço. O jogador passará por uma série de exames médicos, mas, por enquanto, será dúvida nos próximos jogos.
Apesar do momento delicado, na 13ª colocação, com 35 pontos, o Paysandu fez uma grande atuação na última rodada, diante do Bragantino, quando venceu o time paulista por 3 a 0 com uma formação de elenco totalmente nova. Um dos jogadores que estava presente na vitória e que pretende dar sequência ao trabalho feito é o meia Rafael Costa. O atleta acredita que é preciso virar a chave e continuar bastante focado para enfrentar o Avaí.
“É um time que vem fazendo um grande segundo turno, então temos que ter muita atenção para conseguir um resultado positivo. Eles estão fazendo um returno fantástico. Vamos encarar um jogo difícil lá, estar muito atentos, mas sabemos os pontos fortes deles. Lá são muito fortes, mas o Dado vai nos passar tudo que temos que fazer para sair com um bom resultado”.
Um dos problemas de Dado Cavalcanti para este duelo será a ausência do volante Ricardo Capanema, que reclamou de dores lombares durante a semana e será poupado do desafio. Sem desfalques com cartão, ou lesões graves, o treinador terá o resto da equipe a sua disposição.
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 30 de setembro, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Natal da Silva Ramos Júnior e Fernando Gomes da Silva (TO)
Avaí: Renan; Luiz Gustavo (Gustavo), Fábio Sanches, Betão e Gabriel; Luan, Caio César (João Filipe), Renato (Tatá) e Marquinhos; Romulo e Lucas Coelho. via Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário