Entrevista pós-jogo de Claudinei Oliveira

|
"A gente tem insistido muito na questão defensiva, o segredo é defender pronto para atacar e atacar preparado para defender. Cobramos bastante a questão de roubar a bola e não acertar os quatro, cinco primeiros passes. Por mais organizado que esteja, se não acertar isso, não ha transição. Corrigimos isso no segundo tempo, que foi muito bom, jogamos para fazer mais gols, não fomos felizes em mutias finalizações, faz parte, mas continuamos com bom número de finalização, dando pouco contra-ataque para o adversário. Renan trabalhou bem, mas só um lance foi de dentro da área, o resto foi de fora, tivemos um crescimento neste sentido."
Chances criadas e desperdiçadas  - "Com relação as chances, a gente fica feliz. Não se cria 10 e faz 10, mas tem que ter o melhor aproveitamento possível. Mas são chances criadas em transição, então o jogador carrega por 30, 40 metros, ainda tem que ter a sintonina de fazer gol, ainda tem mérito do goleiro de adversário. Se criar 10, 12 e fizer três, ótimo. Quem faz três tem que ganhar, porque tem que ter consistência, tomar no máximo um gol por jogo. Estou feliz pela criação."
Marquinhos - "Marquinhos a gente sabe a qualidade, a  liderança. Estamos até caindo no lugar comum, chovendo no molhado. Ele tem ajudado muito, quando sai continua  positivo, ajuda, conversa, ele leva água, a gente da a liberdade para ele. Duas assistências mostra a importância, mas não só isso. Tudo reflete positivamente. Torcedor fica animado, gosta de ver ele com a 10. Marquinhos tem muito para dar ainda. Ele esta longe do final, tem muita coisa para fazer pelo Avaí ainda."
Lucas Coelho - "Cara muito batalhador, jogador que quando não vinha jogando vinha se dedicando. Muito intenso e  competitivo, o que o futebol pede. Foi premiado com dois gols, podia ter feito mais. Podia ter feito do pênalti, abriu mão para o Romulo cobrar, eles têm liberdade de tomar a decisão de quem cobra. Ele está sendo recompensado pelo dia a dia."
Diego Jardel - "Diego Jardel também entrou muito bem. tem se dedicado, se esforçado nos treinamentos. O reflexo do jogo é a do treino. Não dá para trenar de qualquer jeito e querer jogar bem. Eu também posso passar a semana sem treino, batendo papo, e chegar no jogo e dizer que vamos ganhar. Se não trabalhar não se ganha."
Gabriel - "Gabriel jogou hoje numa situação que poucos entrariam em campo, poucos pessoas fariam o que ele fez. Tem que ser louvada e fez uma partida sensacional. O que ele fez hoje, não tem, poucas vezes vi isso. Tragédia com a família na madrugada, se colocou a disposição, jogou bem, ficou equilibrado o jogo todo, não perdeu a cabeça. Quero agradecer ele, parabenizar pela partida e desejar minhas condolências.
Renan - "Tudo reflexo do treinamento.  A gente vê o André Kroda (preparador de goleiros) trabalhando com os atletas. Tenho certeza que se precisar do Mauricio (Kozlinski), ele vai entrar bem, os meninos da base, também. Todos se esforçam e têm uma parceria legal. Realmente uma temporada brilhante, ele está no nível dos melhores que já trabalhei. Vamos fazer um parentese para falar do Maurício, eu fui goleiro, ser reserva é difícil, tem poucas chances, e o profissionalismo dele, o comportamento dele no banco, a amizade, ele está sempre torcendo. Assim você constrói um grupo vencedor." Claudinei Oliveira via Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário