A alegria nacional virou tristeza mundial

|
"Era a realização de um sonho, não apenas para os atletas, comissão técnica e torcedores da Chape, mas o sentimento de muitos colegas de profissão, até porque que jornalista esportivo não sonhou participar de uma cobertura, de uma partida histórica, de um momento glorioso.
O Verdão do Oeste fez uma campanha de brilhar os olhos, atletas que jogavam de maneira encaixada, em sintonia. Começou 2016 com o título Estadual, conquistou a permanência na Série A de 2017, pelo terceiro ano consecutivo, mas não ficou por isso, fez história, estava na final da Copa Sul-Americana, era o Brasil na competição e agora é o mundo em tristeza.
Citar nomes não seria justo, tanto do grupo da Chapecoense quanto de jornalistas, todos vão estar na memória por seus feitos. O amor pela profissão nos move e nos resta agora lembrar com alegria destes heróis que fizeram história dentro e fora dos gramados. Os sentimentos e as orações estão com vocês!" #ForçaChape via Infoesporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário