Avaí e Náutico em duelo decisivo

|
Hoje o Avaí recebe o Náutico em um confronto crucial na briga das duas equipes pelo acesso para a primeira divisão. Quarto e quinto colocados, respectivamente, e há três rodadas do fim da Série B, os dois times entram em campo com clima de final por uma vaga no G4.
A vantagem no confronto está com o Avaí. Quarto colocado, com 59 pontos, o Leão da Ressacada entra em campo podendo até empatar para se manter dentro do grupo de acesso para a Série A. No entanto, em caso de vitória, a equipe catarinense vai além e deixa sua vaga para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro muito encaminhada.
Ciente da importância do jogo para as duas equipes, o técnico do Avaí, Claudinei Oliveira, espera um duelo em que os dois times irão evitar correr grandes riscos. “Os jogos se tornam mais importantes à medida que o campeonato se aproxima do fim. Em caso de derrota, podemos sair do G4. Se torna um jogo mais importante para se manter no grupo de acesso. Uma derrota é horrível para os dois. Acredito que será uma partida de muito ataque, mas com muita organização, acredito que ninguém irá correr riscos desnecessários”, declarou o treinador.
Para a partida, Claudinei deve realizar apenas uma alteração. Poupado do confronto diante do Oeste na rodada passada, o meia Marquinhos retorna para preencher o meio de campo do Avaí. A única dúvida era em relação a um esquema com um ou dois atacantes. O treinador, porém, optou por manter somente Romulo no setor de ataque, assim como tem ocorrido nos jogos anteriores.
(...) O Náutico não possui desfalques em relação ao time que derrotou o Goiás na rodada passada. As únicas dúvidas são por conta do desgaste físico dos jogadores. Durante a semana, o meia Marco Antônio e o atacante Bergson foram poupados dos treinamentos e colocaram suas presenças no duelo em risco. Se não puderem atuar, os dois jogadores serão substituídos por Maylson e Tiago Adan, respectivamente. A expectativa, porém, é que eles tenham condições de entrar em campo.
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 12 de novembro de 2016, 17h30 (Brasília)
Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Alexandre A. Pruinelli Kleiniche (RS)
Avaí - Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão e Capa; Luan, João Felipe, Renato, Diego Jardel e Marquinhos; Romulo. Técnico: Claudinei Oliveira
Náutico - Julio Cesar; Joazi, Igor Rabello, Rafael Pereira e Gastón Filgueira; João Ananias, Rodrigo Souza, Marco Antônio(Maylson) e Vinícius; Rony e Bergson(Tiago Adan). Técnico: Givanildo Oliveira via Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário