Festa do acesso na Ressacada

|
Em um dia de festa pelo acesso garantido à elite do futebol brasileiro, o Avaí recebe o Brasil de Pelotas, neste sábado, a partir das 17h30, pela última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Será a despedida do Leão de sua torcida no ano, e a promessa é de casa cheia.
Em termos de classificação, o time catarinense tem como principal objetivo uma vitória para terminar com a simbólica segunda posição na Série B. O Leão soma 65 pontos, contra 63 do terceiro colocado Bahia, e garantiu sua vaga na Série A na semana passada após vencer o Londrina fora de casa.
A diretoria avaiana decidiu manter a promoção no preço dos ingressos (R$ 20 a entrada na arquibancada). Todo o valor da renda será revertido à família do volante Renanzinho, das categorias de base do clube, que está em tratamento contra um tumor no cérebro.
“É um jogo importantíssimo. A torcida está apoiando a campanha em prol do Renanzinho que também faz parte deste elenco que conquistou o acesso. Os torcedores estão comprando ingressos para ajudar e os sócios também podem comprar, ou mesmo colocar a sua contribuição nas urnas que estarão nos portões. Vamos ajudar o Renanzinho com uma grande festa”, ressaltou o meia Diego Jardel, autor do gol do acesso diante do Londrina.
Sem pressão para a partida, o técnico Claudinei de Oliveira deve manter a mesma equipe do acesso e promover a entrada do experiente atacante William. O jogador ficou de fora da reta final da temporada por lesão muscular e deve ser aproveitado no lugar de Romulo.
Do lado do Brasil, a partida serve apenas para cumprir tabela. O time ocupa a 12ª colocação, com 53 pontos, e não tem nenhuma pretensão no campeonato. Mesmo assim, o técnico Rogério Zimmermann comemora a campanha do Xavante, que cumpriu seu objetivo de manter-se na Série B e espera “estragar” a festa dos avaianos.
“Buscamos a melhor colocação possível, até mesmo para a imagem do Brasil. Queremos terminar bem, curtir esse jogo (contra o Avaí), pontuar. Conseguimos vencer o próprio Avaí, que já subiu, e Bahia e Vasco, que podem subir”, disse Zimmermann.
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 25 de novembro de 2016, 17h30 (de Brasília)
Avaí: Renan; Alemão, Fábio Snaches, Betão e Capa; Luan, João Filipe, Renato, Marquinhos e Diego Jardel; William.
Brasil: Eduardo Martini; Weldinho, Cirilo, Fernando Cardozo e Marlon; Nem, Leandro Leire e Diogo Oliveira; Nathan, Ramon e Felipe Garcia. via Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário