Marquinhos faz "desabafo"

|
A vitória contra o Náutico foi maiúscula: um 3 a 0 que mostrou não só a eficiência na hora de fazer gols, mas um equilíbrio defensivo que tem marcado os últimos jogos do Avaí. Após o jogo, Marquinhos lembrou, porém, que durante a semana se falou muito - na imprensa, principalmente - a respeito de uma possível ansiedade do Avaí diante de um adversário que seria teoricamente superior.
- Nosso gramado também é verde, tá na hora de valorizar a equipe daqui. Se falou muito que o Náutico era melhor que o Avaí, eu não via isso. A gente tá a um passo de entrar para a história.
Agora a uma vitória de subir para a série A, Marquinhos fez questão de dizer que a crença no acesso foi construída aos poucos. Segundo o capitão azurra, apenas uma pessoa acreditava na conquista quando a fase do Avaí era ruim.
- O único doente que acreditava era o Joceli. Mas é verdade, não dá pra ser hipócrita. O Joceli falava no vestiário: "vamos lá, vamos manter". O Battistotti mais vermelho que pimentão, eu falava: "Calma rapaz, a torcida não te matou, ninguém vai te matar." - Marquinhos se dirigiu ao presidente, que estava na coletiva e brincou. - Mas calma, Battistotti, a gente chorou juntou, a gente vai sorrir junto no final.
Por último, Marquinhos foi questionado a respeito de uma declaração de Maylson após a partida, que foi expulso depois de uma jogada perigosa em cima do próprio Marquinhos. Maylson disse que "Marquinhos é muito chatinho jogando, é uma moça". M10 foi contido na resposta, mas alfinetou.
- O Náutico inteiro deve tá me chamando de chatinho né? Levando 3 a 0 eu fazendo dois gols... até porque eu já joguei no Santa Cruz também. Mas vamos deixar isso pra lá, eu já fui mais polêmico. via Infoesporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário