Já estava na hora de dar um pitaco

|
Depois de muito tempo, volto a opinar no Avainews para compartilhar essas duas últimas notícias por demais relevantes para o clube e todos os torcedores. Quase dois milagres made in Ressacada.
A primeira já é velha, a conquista do acesso para a série A, o que, vamos e venhamos, nenhum fanático esperava. Pelo desempenho tacanho no campeonato estadual e a falta de perspectiva de saneamento financeiro, não cair para a terceira divisão já seria motivo de se soltar fogos.
Francisco Battistotti, Marquinhos Santos e Claudinei Oliveira são os maiores responsáveis por essa conquista à lá “esse Avaí faz coza”. Correndo por fora, Joceli dos Santos, atuando bem no dia a dia dos vestiários, e Renan, uma muralha quase que intransponível entre o travessão e as traves.
A segunda boa notícia chegou ontem a noite, com o Conselho Deliberativo chancelando a proposta do Executivo, em equiparar "por baixo" as mensalidades de 2017. Ou seja, a partir de agora não haverá mais patamares de valores para cada setor, diferenciando os sócios mais antigos, dos novos.
Depois dos grandes equívocos de 2010, elevando mensalidades e ingressos acima dos praticados na Europa, e do ano passado, mantendo os valores para sócios antigos e majorando dos novos, essa diretoria tenta resgatar tudo o que se perdeu em termos de relacionamento com os torcedores.
Concluo esse texto com as palavras de Battistotti na reunião de ontem, que falou o simples, o óbvio, o que todo dirigente medianamente atento à boa gestão do futebol deveria saber de cor e salteado:
“Quando realizamos reuniões para discutir internamente estes valores, fui claro ao dizer que para 2017 o que o Avaí precisa é da torcida ao seu lado, com a Ressacada lotada em todos os jogos. Não vamos pensar só em dinheiro, mas sim que o apoio da torcida nos ajudará a fazer um grande ano”. por Gerson dos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário