"Marquinhos faz falta"

|
A estreia na Primeira Liga não foi como o Avaí gostaria. Depois da derrota por 2 a 0 para o Paraná, em Curitiba, o técnico do Leão, Claudinei Oliveira, reconheceu a superioridade do adversário e mostrou estar tranquilo para a sequência de trabalho da equipe na temporada.
“Não temos que desconstruir o que fizemos. Ainda não estamos com a concentração e preparação ideais. É normal que caia a concentração em equipes que terminam bem o ano”, afirmou Claudinei segundo o Diário Catarinense sobre o revés sofrido.
Para o treinador, a equipe do Paraná jogou melhor e mereceu a vitória, mas o Avaí precisa seguir buscando ameaçar mais o gol adversário. “O primeiro tempo foi um pouco abaixo, dando todo o desconto para a parte física que não está ideal”, acrescentou o treinador.
Claudinei comandou a boa campanha do Leão na corrida pelo acesso à elite do futebol brasileiro. A equipe engatou uma bela sequência na reta final do Campeonato Brasileiro Série B de 2016 e acabou com o vice-campeonato, ultrapassando o Vasco.
O técnico lamentou a ausência de Marquinhos, poupado para a estreia do Campeonato Catarinense, contra o Criciúma, neste sábado. Claudinei, contudo, ressaltou que o ídolo da equipe deve estar entre os onze titulares que entrarão em campo no Heriberto Hulse. “Tivemos muitos lances de bola parada e, neste quesito, o Marquinhos faz falta, faz a diferença”, completou. via Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário