O dilema, o calendário e as expectativas

|
Ontem o Avaí iniciou a temporada 2017. Na reapresentação, nenhum grande nome que pudesse encantar o torcedor. As novidades são promessas e nomes desconhecidos no mercado do futebol como  os zagueiros Gustavo (ex-Bahia) e o paraguaio Salazar (ex-Barra/SC), além do atacante Denilson (ex-Neftchi /Azerbaijão e Fluminense, onde despontou como promessa).
É tempo de economia na Ressacada conforme o comentário abaixo. Decepções à parte do torcedor é prematuro e irresponsável afirmar que esse ano será um fracasso ou um sucesso. A própria temporada passada serve de exemplo, quando o Avaí lutava pra não ser rebaixado para a série C e terminou o ano na série A.
Para essa temporada  a base do acesso foi mantida o que dá uma garantia de trabalho, de filosofia a ser implantada. Se o zagueiro Betão se reapresentou normalmente, o que é muito bom para o time da Ressacada, devido a sua liderança e capacidade técnica,  a incógnita no Avaí fica por conta do camisa 1. Quem será o goleiro?  . Quem vai substituir o Renan, um dos heróis do acesso do ano passado? Além do Renan, o Leão da Ilha também perde o zagueiro  Fábio Sanches ,o lateral e meia Renato e o meia João Filipe da equipe titular do acesso. 
Dilema - A temporada do Avaí que inicia  nessa terça apresenta um dilema para as competições que antecedem o brasileiro: como fazer uma equipe competitiva para o estadual,  Primeira Liga e, ao mesmo tempo, colocar as finanças do clube em dia,  o principal problema que ronda a Ressacada anos após ano? O presidente Battistotti quer sanar as dívidas e fazer um Avaí “sustentável”, mas sabe que se a bola não entrar, a pressão será grande para que o clube abra os cofres, mesmo que comprometa o orçamento do primeiro semestre. É o dilema do imediatismo que ronda o futebol. O estadual mesmo sendo um “laboratório” para a competição é ao mesmo tempo pela rivalidade, uma competição onde o resultado é cobrado.
Calendário perfeito - O Avaí tem no ano de 2017, um calendário dos sonhos para qualquer clube brasileiro. Campeonato Estadual, Primeira Liga, Copa do Brasil e Brasileiro da Série A. O desafio é atender as expectativas do torcedor que terminou a temporada de 2016 confiante e otimista. Fábio Machado via Notícias do Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário