Avaí avança na Copa do Brasil

|
O Avaí está na segunda fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Leão da Ressacada derrotou a Desportiva Ferroviária, do Espírito Santo, por 2 a 1, fora de casa, e garantiu a continuidade na competição. Os gols da vitória foram marcados por Diego Jardel e Romulo. Rael descontou.
Com a vaga assegurada, o Avaí terá pela frente o Luverdense, que saiu vencedor do confronto contra a URT. O time do Mato Grosso do Sul jogou como visitante e tinha a vantagem do empate, mas venceu por 2 a 1, com gols de Raphael e Ricardo. Allan Dias marcou para o time mineiro.
O jogo - Os donos da casa começaram a partida mais presentes no ataque. Antes do primeiro minuto, Wanderson quase abriu o placar, após bate-rebate dentro da área. A bola saiu por cima. Na marca de sete minutos, a Desportiva chegou mais uma vez. Lucas Valim cobrou escanteio Brian cabeceou na rede pelo lado de fora. Aos 17, Brian cruzou na medida para Rael, que testou para fora.
Apesar de ter criado as melhores chances no início, a Desportiva saiu atrás. Aos 26 minutos, Júnior Dutra fez jogada pelo meio e serviu Diego Jardel que, livre de marcação, bateu forte para colocar o Avaí na frente. Em desvantagem, a Tiva partiu para cima em busca do empate. Aos 34, Lucas Valim cruzou para Rodrigo Lacraia, que cabeceou para fora. Aos 45, Rael balançou as redes, mas a arbitragem assinalou impedimento do atacante e anulou o gol.
A partida seguiu equilibrada na etapa final, com as duas equipes buscando o gol. Mais tranquilo com a vantagem no placar, o Avaí mostrou mais concentração e chegou ao segundo na marca de 15 minutos. Romulo aproveitou cruzamento e, sozinho, teve tempo para dominar e tirar do goleiro.
Em situação complicada depois de sofrer o segundo gol, a Desportiva não desistiu e foi premiada pela insistência aos 27 minutos. Rael foi derrubado na área por Fagner Alemão e o árbitro marcou pênalti. O próprio Rael foi para a cobrança e não deu chances de defesa para Maurício Kozlinski.
Aos 33 minutos, o Avaí teve grande oportunidade de marcar o terceiro. Após contra-ataque rápido, Romulo ficou cara a cara com o goleiro, colocou no canto, mas acertou a trave. Na sequência, a Desportiva teve mais um gol anulado por impedimento. Desta vez quem estava em posição irregular era Lucas. Apesar da persistência dos donos da casa, a derrota e a eliminação não puderam ser evitadas. via Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário