Avaí mostrou futebol de sobra

|
"O placar real era pra ter sido uns 3 a 0 para o Avaí. Não foi um passeio, não é isso. Mas o Avaí foi superior ao que o placar justo, apertado, sugere. Só Marquinhos colocou duas vezes a bola na trave, uma de falta e outra numa jogada que envolveu a defesa do Brusque. O toque de bola do Leão fez a diferença. O time foi muito seguro em quase todo o tempo.
Tanto é que quando o Brusque empatou, no início do segundo tempo, aquilo parecia estranho. A jogada foi bonita e envolveu a defesa avaiana, mas naquele momento parecia mais claro que o Leão faria o segundo gol do que o Brusque empatar. Mas, para o líder, que jogava em casa contra seu adversário direto de tabela, era fundamental vencer. Foi o que o Avaí fez.
Os gols saíram nas muitas jogadas trabalhadas pela equipe azurra. Valeram a organização, o toque de bola, o mando de campo e a maior qualidade. Agora o Avaí está muito próximo do título do turno, que, dependendo do andar dos resultados, pode ser bem encaminhado no clássico diante do Figueirense.
Sem sentir as ausências - Sem Capa, Leandro Silva, Luan e, em cima da hora, sem Diego Jardel, o Avaí se resolveu com outra formação por dois motivos: o trabalho forte de conjunto, que faz aparecer o futebol de todos, e a qualidade de quem entrou, que foi o caso de Júnior Dutra.
Aliás, mais uma vez, Dutra mostrou que tem lugar no time. Fez a jogada do primeiro gol e marcou a gol da vitória. Aproveitou bem mais uma chance que teve. Em breve vai ser titular. No lugar de quem, problema de Claudinei Oliveira. Gustavo e João Paulo foram bem, mas sem brilho. Já Ferdinando deu peso e experiência num setor importante, que dá sustentação à defesa." Rodrigo Faraco via Hora

Um comentário:

Jeferson Campos disse...

Avaí esta bem arrumado, bem treinado pelo Claudinei,mesmo não tendo excelentes jogadores, mas estão de parabéns os atletas pela obediência tática, fazem exatamente oque Claudinei pede. o Avaí conceteza vai ser caméão do turno e o mais cotado para ser campeão catarinense, no entanto vale lembrar que para seria A precisa arrumar algumas coisa. Alemão tem sido um simbolo de raça no Avaí, mas os dois gols que o sofreu o leão no catarinense foi nas costas dele. Gustavo Santos não tem condições nenhuma de jogar serie A, tão pouco João Paulo, Avaí precisa de laterais substitutos, e pro meio, apesar da boa fase do Diego Jardel, precisa de alguém de mais peso pra suprir quando Marquinhos não tiver, na minha cabeça poderia ser Vinicius Pacheco, mas nem vem sendo relacionado. esperar o segundo turno do catarinense para começar a garimpar jogadores pelos estaduais.

Postar um comentário