Coletiva pós-jogo de Claudinei Oliveira

|
É cedo para pensar no título - "Não fiz a conta, vamos jogar jogo a jogo, cada campeonato tem a sua realidade. Daqui a pouco um time começa só a perder isso eleva a pontuação dos outros. Está muito cedo para pensar em título, temos que enfrentar o Joinville com tranquilidade, dar descanso para os atletas, para eles jogarem com essa intensidade que eles jogam sempre."
Poucos erros - "Fizemos uma bela partida. Em termos táticos, não existe perfeição, mas erramos pouco. O adversário é muito qualificado, tivemos um pouco de dificuldade de criar no início, mas depois conseguimos chegar ao gol e controlar mais o jogo. Segundo tempo fizemos o segundo gol, numa hora maravilhosa, nos deu mais tranquilidade. Depois fizemos mais um gol e o resultado foi justo, apesar da qualidade da Chapecoense. Conseguimos impor nosso jogo e vencer a partida."
Romulo - "Ele não pode carregar esse peso sozinho (de não ter marcado antes). Objetivo da manutenção do Romulo é sobre o que ele pode fazer. Temos que ter a convicção de que ele vai resolver alguns jogos como resolveu ano passado. A gente não faz nada por acaso. Entendo o torcedor e vocês da imprensa, mas temos que ter certa coerência. Não tem que ter medo de mexer na equipe, mas não pode a cada jogo pensar em mudar a equipe senão perdemos a consistência."
Tranquilidade - "Fico tranquilo, ano passado foi assim. Tivemos a 1ª vitória contra o Luverdense, fomos vencendo, e a hora que a gente entrou no G-4 a gente não saiu mais. Se fosse uma equipe que sempre se empolga facilmente, teriam baixado a guarda e não conseguiriam o acesso."
Pé no chão - "É pé no chão, não mudar a nossa característica, brigar por todas as bolas, deixar a vida dentro de campo. Peço que eles joguem lance a lance, jogada a jogada, jogo a jogo. Temos feito isso aqui no Avaí e tem dado resultado. Se eles não se aplicarem, as coisas não vão acontecer, então o grande mérito é dos jogadores.Todos os jogadores estavam aí hoje, até os não relacionados. Não é fácil ver isso no futebol, mas estamos conseguindo construir isso." Claudinei Oliveira via GE

Nenhum comentário:

Postar um comentário